A Ilha do Paraíso Teatro Bocage

Sinopse

Estamos na China e o imperador é… chinês!

Esta história é tão antiga, tão antiga, tão antiga, que importa não a esquecer.

O palácio do imperador era lindo, mas o jardim e a floresta, cheias de árvores, não ficavam atrás.  Nas árvores habitava um rouxinol. Isso mesmo… o rouxinol desta história.

Cantava tão bem, tão bem, tão bem, que os visitantes do palácio e do jardim falavam dele por esse mundo fora. Até poemas escreviam... Vejam bem que o imperador, que era chinês, nunca havia reparado em tão belo (en)canto.

Mandou o mordomo chamá-lo, para que cantasse para si. Mas o mordomo nem imaginava como era o seu canto. Isto é tão verdade, que até com o mugir de uma vaca o confundiu.

Assim que o encontrou, convidou-o para uma festa no palácio. Uma história de encantar…

Um belo conto infanto-juvenil, integrado no Plano Nacional de Leitura, que produzimos para festejar o Ano Internacional das Florestas e da Preservação da Natureza.

Adaptação e encenação: Carlos Dias

Texto original: Hans Christian Andersen

Interpretação: Carlos Dias | Pedro Oliveira | Sabrina Martinho

Cenografia e Figurinos: Bruno Guerra

Assistência de Cenografia e Figurinos: Sabrina Martinho | Dora Martinho

Operação de luz e som: Fábio Ventura

Design Gráfico: Paulo Leal

Fotografia: João Carrilho

Produção: Cª do Teatro Bocage

 

Público-alvo: +4 anos

Duração estimada: 50 minutos

mail@teatrobocage.com  |    91 244 9909

Teatro Bocage @ 2016

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now